Tudo sobre os sintomas de ovulação

0

Saber tudo sobre os sintomas de ovulação servirá de grande guia para todas as mulheres que precisam de ajuda para entender melhor este período e saber alguns dos sintomas que podem surgir com ele durante os dias que se passarem.

A ovulação é algo que ocorre normalmente todos os meses e não apresenta nenhum perigo para a saúde física da mulher, portanto, não há com o que se preocupar porque você ficará bem, assim como seu corpo e todo o processo é bem natural e rápido.

O que é a ovulação?

Esta é uma das fases recorrentes do ciclo menstrual das mulheres, etapa em que o óvulo é finalmente liberado pelo ovário, que o faz chegar até as trombas para rumar ao útero de modo a ser fecundado. Este fato é comum, ocorre mensalmente com todas as mulheres em fase reprodutiva e não há com o que se preocupar.

O que é a ovulação
Fonte/Reprodução: original

Assim que ocorre este processo, haverá a liberação de hormônios diretamente da hipófise, que seriam o hormônio folículo estimulante (FSH) e o hormônio luteinizante (LH), que servem para regular os ovários das mulheres. No caso do FSH, ele é o responsável por desenvolver a maturação de todos os folículos do ovário.

No caso do LH, servirá para trabalhar no folículo que o fará atingir um bom desenvolvimento e se tornar maduro. A partir do momento em que ocorrer a liberação deste óvulo, haverá a possibilidade de o corpo se preparar para a possível fecundação. Se não ocorrer, o corpo lúteo e o óvulo serão dispensados em menstruação. Para saber tudo sobre os sintomas da ovulação, este conhecimento será indispensável para você.

Quais os sintomas da ovulação?

Saber tudo sobre sintomas da ovulação é importante para compreender que o útero é um dos órgãos que se modificam durante a ovulação. Ele se abre mais, fica macio e úmido por conta das secreções da vagina. Note que você apenas perceberá tal modificação se você tocar seu colo do útero, com o intuito de observar as diferenças entre todos os períodos.

Quais os sintomas da ovulação
Fonte/Reprodução: original

Algo que pode ser um incômodo para algumas mulheres seria o desejo sexual, que fica mais forte neste período. Isto ocorre basicamente por conta da preparação do útero para poder gerar uma vida. O fato de sentir o desejo, fará com que você se relacione sexualmente com o seu parceiro e poderá perceber a diferença antes deste período, e depois que ele se encerrar com o término da menstruação.

Dores no abdômen

Conhecer tudo sobre os sintomas da ovulação, é saber que ele pode causar dores abdominais, que se assemelham especificamente com as cólicas menstruais das quais todas as mulheres sentem, apenas com o diferencial de esta dor aparecer no lado esquerdo ou direito de sua pélvis.

Sangramentos

Este tipo de sintoma não é muito comum, mas pode acontecer. Pode passar despercebido por muitas mulheres, principalmente se houver a liberação de um muco na coloração amarronzada. Este sintoma é indolor e não causa mal algum às mulheres, seria apenas um dos vários sinais que seu corpo lhe dá durante este período que pode ser desconfortável.

Secreções

Saber tudo sobre os sintomas de ovulação, é entender que a vagina terá um aumento das secreções, principalmente. Se observar em sua calcinha, será possível ver um líquido claro, quase transparente, que lembra um pouco as claras de ovos. Isto não tem a ver com sinais de infecção ou candidíase, apenas outra maneira de o seu corpo trabalhar para te preparar para uma possível gestação.

Seios mais sensíveis

A principal dor que as mulheres sentirão antes das cólicas, serão os seios doloridos por estarem completamente sensíveis. Este é um dos momentos em que as mulheres não conseguem pegar um sutiã, tampouco esbarrar em qualquer lugar que sentem uma dor desconfortável.

O momento de dormir se torna complicado, principalmente se a mulher tiver o costume de dormir de bruços, pois o corpo fica com o peso acima dos seios, de modo que os aperte e gere mais dor. 

Temperatura basal

Este tipo de temperatura seria basicamente a temperatura que o seu corpo costuma apresentar quando está em total repouso. Quando inicia o período fértil, é possível notar algumas quedas na temperatura, mas que do nada retornam e seu corpo esquenta. 

Quando isto ocorrer, saiba que é muito provável que você já esteja no processo de ovulação. Se sentir curiosidade acerca deste fator, é possível utilizar um termômetro para conferir sua temperatura diariamente, de maneira que veja as mudanças de queda brusca na temperatura, junto de seu aumento repentino.

Este é um dos principais incômodos para muitas mulheres que desconhecem, e pensam ser algum resfriado ou gripe, porém apenas saiba ser bem normal e não há com o que se preocupar, pois quando a ovulação chegar ao seu fim, estes sintomas desaparecerão, além de não ser algo realmente frequente, como ocorre com os seios sensíveis, secreções e os desejos sexuais mais fortes.

É normal sentir dor na ovulação?

Conhecer tudo sobre sintomas da ovulação é saber que esta dor pode ser conhecida como dor do meio ciclo, que pode aparecer como dores mais agudas, como uma cólica bem suave, que surge do lado de seu abdômen em que o ovário liberará um óvulo. Isto pode ocorrer em um período superior a 10-16 dias antes de sua menstruação descer, mas saiba não ser perigosa, porque é bem leve e dura apenas algumas horas.

Caso você realmente sinta dores mais fortes, utilize uma compressa de água quente, bolsa térmica ou um bom banho com água quente que será mais que o suficiente para te ajudar a sanar as dores. 

Se por algum motivo, suas dores estiverem extremamente fortes, será necessário entrar em contato com seu médico ginecologista, de modo a saber o que ocorre e se é possível ser medicada com hormônios para fazer a ovulação ser parada, se os demais métodos sugestivos não tiverem surtido efeito. 

Outra questão que pode causar dúvida nas mulheres em fase reprodutiva, e que desejam saber tudo sobre sintomas de ovulação, é o motivo pelo qual ocorrem essas dores. Os pesquisadores não conseguiram descobrir o motivo pelo qual as mulheres sentem incômodos durante este período, e a resposta da pergunta permanece sem resposta há um século. 

Apenas com algumas pesquisas realizadas em ultrassom que houve a possibilidade de perceber que o momento de dor costuma ocorrer durante o pico do LH, que ocorre em um período de 24 a 48 horas antes da ovulação iniciar. Esta dor sumia e voltava sempre antes do folículo se romper. Tal questão permaneceu em mais estudos para entenderem melhor esta situação, para comprovarem este fato.

Conhecer tudo sobre sintomas da ovulação, é saber a partir de agora, que o processo de liberação do óvulo é um tipo de processo inflamatório, porém isto não é o suficiente para causar dores neste período. De acordo com pesquisadores, caso a dor seja insuportável e a mulher ingerir muitos medicamentos anti-inflamatórios antes da ovulação ocorrer, é possível até mesmo impedir de acontecer.

O que a ovulação tardia?

As mulheres precisam conhecer tudo sobre sintomas da ovulação, principalmente sobre a ovulação tardia, que costuma atrasar a menstruação e a fazer demorar mais do que o normal para surgir. Normalmente, nos ciclos de 35 dias, a ovulação costuma ocorrer no 21° dia do ciclo, pois a fase lútea se fixa sempre no 14° dia após ter acontecido a ovulação. 

Outro fato curioso é que a ovulação tardia não prejudica sua fertilidade, porém pode ser um problema para a tentante conseguir engravidar, porque o ciclo menstrual está completamente irregular, o que dificulta saber quando acontece o seu período fértil. 

Como calcular se está ovulando?

Para saber o dia da ovulação é necessário realizar um cálculo, portanto, se você tiver um ciclo de 28 dias, a ovulação provavelmente ocorrerá no 14° dia. Este dia costuma ser calculado a partir do momento em que ocorre a sua última menstruação, o qual marcará mais outro ciclo menstrual. 

Normalmente, a ovulação pode variar entre 1 a 2 dias, e se torna mais recomendado que a mulher prefira conferir sempre o período fértil e evite seguir pela ovulação. No caso do período fértil, ocorre em torno de 6 dias em torno da ovulação.

Como fica a ovulação tomando anticoncepcional?

Quando a mulher decide tomar o anticoncepcional, a ovulação não ocorrerá. Além de não ter o período fértil, de modo que todas as chances de engravidar diminuam gradualmente, caso a mulher tenha um controle firme com as pílulas diariamente. Isto ocorre não apenas no anticoncepcional, mas no implante também.

Neste caso, a pílula age para inibir a ovulação, modifica o endométrio e o muco cervical, de modo a diminuir quaisquer chances de gravidez. Caso a mulher se esqueça de ingerir a pílula, principalmente se for durante a primeira cartela, há uma boa chance de ocorrer gravidez, pois ela poderá ovular e seu corpo liberará o óvulo.

Quanto tempo após parar de tomar anticoncepcional a ovulação retorna?

Saber tudo sobre sintomas da ovulação é entender que conforme explicação de especialistas, poderá demorar um período de um a seis meses para que o ovário retome toda a sua função após a mulher ter deixado de ingerir a pílula. Este tempo costuma variar de mulher para mulher, além de todos os compostos inseridos no remédio no qual ela tomava diariamente sumirem do corpo.

Uma dúvida que faz parte de querer saber tudo sobre sintomas da ovulação é que existem chances de engravidar assim que larga as pílulas, pois os óvulos terão sua produção normal e ocorrerá a possível fertilização, caso a mulher não tenha utilizado outro método contraceptivo durante as relações sexuais.

Por fim, as mulheres devem conhecer os sintomas de ovulação para sanarem suas principais dúvidas acerca deste tema e entender um pouco mais sobre como o seu corpo age durante todos os meses em sua fase reprodutiva. 

O conhecimento as ajudará a saber o motivo pelo qual costumam sentir certos incômodos durante este período, e como podem agir para que ele desapareça o mais breve possível, com alguns tratamentos caseiros.

Deixe uma resposta