Tudo sobre amamentação

0

Saber tudo sobre amamentação é um fator extremamente importante para todas as futuras mamães. O fato de amamentar é e sempre será algo único e singelo, que demonstra uma forte conexão entre mãe e filho. Conhecer sobre a composição do leite, a maneira correta de amamentar, e outras informações serão de grande ajuda para você, futura mamãe, principalmente se for de primeira viagem.

Qual a importância da amamentação para a saúde do bebê?

O leite materno é o primeiro e principal alimento para um recém-nascido, pois promoverá o crescimento e o desenvolvimento correto desta criança, que necessita para ficar forte e saudável, além de ser um momento agradável, amoroso e único entre a mãe e o seu filho.

O leite consegue proteger um bebê contra uma variedade de doenças respiratórias, crônicas e má formação em sua arcada dentária, além de prevenir contra possíveis infecções. Outro ponto extremamente forte da amamentação se motiva por conta da proteção contra a obesidade infantil, dentre outras doenças. 

Tudo sobre amamentação (2)
Fonte/Reprodução: original

Por ser o único alimento, de fato, completo e conter muitos nutrientes e vitaminas importantes para a saúde de um bebê. Nesse momento será desenvolvido um forte vínculo com a mãe, que auxiliará no desenvolvimento cognitivo e emocional do pequeno. 

Saber tudo sobre amamentação, é compreender que somente o leite materno consegue suprir quaisquer necessidades alimentícias e nutricionais que um bebê de até seis meses possa precisar. Porém, permanece como uma fonte rica e importante de vitaminas e nutrientes, mas principalmente de gordura saudável e outras proteínas indicadas para bebês de dois anos ou mais.

E para a saúde da mãe?

O fato de amamentar o bebê trará muitos benefícios para a saúde da mamãe, como é o caso da diminuição de qualquer risco de anemia, osteoporose, doenças cardíacas, e até o próprio câncer de mama ou de ovário. Existe algo que somente as mães podem fazer, alimentar o seu bebê e lhe proporcionar muito amor e carinho durante muito tempo. 

Qual a composição do leite materno?

Compreender tudo sobre amamentação é saber que no leite existe milhões de células vivas, que seriam especificamente os glóbulos brancos, cuja função é proteger o sistema imunológico juntamente das células histamínicas que auxiliam no desenvolvimento dos órgãos.

Proteínas

Somente o leite materno conta com 1000 proteínas, que auxiliarão o bebê a crescer saudável, se desenvolver corretamente, além de reforçar o sistema imunológico e proteger todos os neurônios cerebrais. Essas proteínas existentes no leite possuem aminoácidos e grande parte são chamados nucleotídeos que aumentam a produção pela noite. 

Oligossacarídeos 

Outro benefício extremamente importante é o fato do leite materno conter os oligossacarídeos, que são pré-bióticos excelentes para alimentarem devidamente o intestino de seu bebê com as bactérias conhecidas como boas. Além disso, a hipótese de ocorrer alguma inflamação no cérebro é diminuída facilmente.

Caso o seu bebê tenha completado seis meses de vida, será necessário introduzir alguns alimentos gradualmente, portanto, opte pela banana que contém excelentes níveis de pré-bióticos (o mesmo encontrado no leite). 

Enzimas

O leite materno conta com cerca de 40 enzimas, que catalisam e aceleram todas as reações bioquímicas do corpo. Essas enzimas presentes em seu leite atuam no auxílio da digestão, além de fazer o organismo absorver o ferro, sendo extremamente importante nesta fase da vida. 

As enzimas são, especificamente, proteínas que controlam e regulam a velocidade de todas as reações químicas presentes no organismo de um ser humano. Se as enzimas não existissem, o processo metabólico seria extremamente lento.

Crescimento

Saber tudo sobre amamentação é compreender que o bebê terá um excelente crescimento, pois o leite trabalha em todas as partes do corpo do bebê, e isto inclui os vasos sanguíneos, sistema nervoso (importante para o bom desenvolvimento), e as glândulas hormonais. 

Hormônios

Sobre os hormônios, o seu leite materno possui em abundância. São químicos extremamente inteligentes, capazes de enviar diversas mensagens para os tecidos e órgãos do organismo, que trabalharão para garantir que tudo funcione do jeito certo. Certos hormônios poderão até mesmo auxiliar na regulação da fome, bem como no sono do bebê.

Vitaminas

Para fazer com que o seu bebê tenha, de fato, um crescimento totalmente saudável e com os órgãos em perfeito estado, o leite materno é ideal para isto e claro, auxiliar para formar os dentes e ossos do seu pequeno. 

Anticorpos

Estes são chamados imunoglobulinas. Há cinco formas extremamente básicas dos anticorpos, e é importante saber que todos são encontrados no seu leite. Esses anticorpos protegerão sempre o seu bebê contra doenças e outras infecções, pois neutralizam os efeitos causados por vírus ou bactérias.

Ácidos graxos

Os ácidos graxos são essenciais para desenvolver devidamente o sistema nervoso do bebê, pois, auxilia a manter o cérebro e sua visão totalmente saudável. Esses compostos se encontram em abundância em seu leite materno!

Os ácidos graxos surgem de alguns alimentos muito conhecidos, que seriam óleos animais e outros óleos vegetais, no caso de nozes, castanhas, linhaça, peixes de água fria, e claro de milho, soja e a semente de algodão.

Por quanto tempo o bebê deve ser alimentado somente com leite da mãe?

De acordo com uma recomendação feita pelo Ministério da Saúde, é importante que as mamães amamentem os seus bebês até os seis meses de vida, com uma continuidade por até dois anos em complemento de outros alimentos igualmente saudáveis. 

Lembre-se que não há necessidade de oferecer chás, água, sucos ou qualquer outro tipo de leite, porque o seu leite é indicado para suprir todas as necessidades do bebê por seis meses ou mais. Estes alimentos não devem ser dados, exceto se houver alguma orientação por parte do médico pediatra, por isso será importante se atentar quanto a estes alimentos.

Qual a forma correta de amamentar?

No momento de amamentação é normal que as mamães sintam certo desconforto na primeira pega, porém saiba ser importante procurar escolher uma posição que seja a mais confortável para você. Fique em um ambiente bem calmo e tranquilo, sem qualquer ruído para ter este momento entre você e o seu filho.

Escolha uma cadeira de balanço que é confortável, de modo a evitar possíveis dores nas costas e pescoço. Lembre-se, nunca é você que deverá encontrar o bebê, é o bebê que deve ir ao encontro do seu peito. Muitas mães costumam passar por certas dificuldades quando levam a mama ao bebê, portanto, nunca esqueça que o bebê precisa estar na posição ideal e você apenas movê-lo para poder abocanhar o mamilo e a aréola.

Saber tudo sobre amamentação é conhecer brevemente os primeiros sinais de fome do seu bebê, portanto, se você, mamãe, observar que o seu pequeno abocanhará qualquer item que esteja por perto, é porque ele sente fome. Se ele procurar por seu mamilo (caso esteja em seu colo), ele está com fome. Note que se o choro do pequeno for muito alto e forte, é outro sinal de que ele sente fome. 

O que pode impedir a mãe de amamentar?

Saber tudo sobre amamentação, é compreender que em alguns momentos as mães não poderão amamentar, como é o caso de mulheres que possuem o HIV. Infelizmente há chances de este vírus passar para o leite materno e contaminar o bebê, bem como outras doenças como é o caso da hepatite B e C.

Os tratamentos podem impedir que as mães amamentem os bebês, principalmente se for um caso de tuberculose em fase inicial, câncer junto da radioterapia e quimioterapia, que façam a utilização de remédios extremamente fortes.

O que fazer nessa situação?

Caso não seja possível amamentar o seu pequeno, será importante encontrar os bancos de leite humano mais perto de onde você vive. Se for necessário, converse com o seu pediatra que fará a indicação correta de leite para o seu bebê, procure sempre evitar comprar fórmula por conta própria.

Saiba ser normal o fato de o seu leite diminuir ou acabar, não há com o que se preocupar porque seu bebê continuará a receber todos os nutrientes por leite de fórmula ou pelos bancos de leite. 

O que é o banco de leite?

Conhecer tudo sobre amamentação, é saber que o Banco de Leite Humano (BLH) é o maior do mundo, pelo fato de promover o aleitamento materno, controlar a qualidade deste alimento desde a etapa de colostro até a etapa de transição, e por fim, o leite maduro. 

O banco de leite materno é extremamente importante para bebês que tiveram um nascimento prematuro e baixo peso, pois no leite contém muitos nutrientes necessários que permitirão que o bebê não sofra com doenças respiratórias, alergias e diarreia.

O aleitamento materno é a principal maneira de evitar a morte de bebês, e é uma forma singela de auxiliar outras mães a amamentarem. Algo muito bonito, uma das atitudes mais amáveis feitas por mães para outras mães.

Leite materno x fórmula? O que usar?

Saber tudo sobre amamentação, é compreender que a fórmula nunca será igual ao leite materno da mãe, pois há modificações realizadas pelas indústrias para haver mais nutrientes que estariam em falta. Opte pelas fórmulas somente se for realmente necessário. 

Se a mamãe não puder amamentar o bebê, não haverá nenhum problema em alimentá-lo com a fórmula. Isto não te fará menos mãe, tampouco te fará amar menos o seu neném. O amor é algo único, um laço extremamente forte que jamais poderá ser medido.

Somente utilize a fórmula sob prescrição de seu médico pediatra, evite a todo custo as caso possua leite e tenha possibilidades de amamentar o seu bebê. O mais seguro sempre será o leite materno por conta dos nutrientes inseridos nele. 

Qual a importância do apoio do parceiro?

Ter o apoio de seu parceiro é considerado como uma proteção durante o período de amamentação desde o pós-parto até os seis meses de vida. É importante sempre procurar incluir o parceiro durante este período de amamentação, pois em grande parte das vezes eles costumam ser deixados de fora de forma não intencional, porém a participação dele é extremamente importante desde a descoberta da gravidez até os seis meses de vida em diante do bebê. 

As orientações sobre amamentação podem ser feitas com o casal ou com o pai sozinho, porém é realmente preciso que o parceiro sempre esteja junto da mãe neste período. O carinho e cumplicidade entre o casal deve permanecer.

Por fim, saber tudo sobre amamentação é algo realmente necessário para todas as mães e pais, que desconhecem uma informação ou outra, e é de grande ajuda para as futuras mães saber um pouco mais sobre este alimento magnífico e poderoso, feito por seu próprio corpo para alimentar o seu bebê recém-nascido que se desenvolverá ao longo dos meses.

Deixe uma resposta