Quais alimentos aliviam o enjoo na gravidez?

0

Ter enjoo na gravidez é muito comum nos primeiros meses de gestação, provocando muito desconforto às mulheres. Alguns alimentos podem ajudar a amenizar os efeitos do enjoo na gravidez, diminuindo o desconforto e mitigando os sintomas desse mal estar.
Se você ficou curiosa e deseja saber em quais alimentos investir para amenizar os sintomas do enjoo na gravidez, continue lendo esse post.

Quando o enjoo na gravidez é mais comum?

A origem do enjoo está relacionada à produção de HCG e, geralmente, os desconfortos aparecem entre a 5ª e 6ª semana de gestação, atingindo seus pontos mais altos entre a 8ª e 10ª semana de gravidez. Nessa fase, os enjoos ocorrem com mais frequência e tendem a diminuir gradativamente até a décima sexta semana.

Quando o enjoo na gravidez é mais comum
Fonte/Reprodução: original

De qualquer forma vale ressaltar que eles podem diminuir, mas não parar totalmente e, por isso, alguns cuidados relacionados à alimentação durante a gestação devem ser adotados para evitar que eles se prolonguem por mais tempo.

O que causa o enjoo na gravidez?

O incômodo causado pelo enjoo na gravidez está relacionado às alterações hormonais que potencializam a acidez estomacal, deixando o processo de digestão dos alimentos mais lento, outro fator é que durante a gravidez, o útero comprime o estômago, fazendo com que haja uma queimação na garganta devido ao ácido que chega ao local.

A alimentação também está relacionada aos enjoos na gravidez. A ingestão de alimentos mais condimentados e picantes, passar muitos períodos sem comer ou comer além da conta são fatores que podem potencializar os enjoos.

Como cada mulher possui seu próprio metabolismo, por isso, é necessário, durante a gestação, ser cautelosa em relação aos alimentos que serão ingeridos para não potencializar o aumento do desconforto causado pelo enjoo.

Alimentos que ajudam aliviar enjoo na gravidez

Alguns alimentos podem ajudar a aliviar os efeitos do enjoo na gravidez, entre eles está o gengibre, que pode ser consumido em chá, ser mastigado pela manhã ou, até mesmo, fazer a degustação de uma bala, isso já ajuda a reduzir os efeitos.

Os especialistas confirmam que até uma grama de gengibre não causa efeito colateral em gestantes, mas ele deve ser evitado próximo ao parto ou em mulheres com risco de abortos e hemorragias.

Alimentos que ajudam aliviar enjoo na gravidez
Fonte/Reprodução: original

O biscoito de água e sal possui uma digestão mais leve e pode ser ingerido ainda na cama em repouso, reduzindo o enjoo pela manhã, o mais frequente entre as mulheres.

Alimentos gelados como iogurtes, saladas e gelatinas também são indicados para aliviar o enjoo na gravidez, pois são leves e mais fáceis de serem digeridos, uma vez que esse processo, durante o período de gravidez, tende a ser mais lento.

Vale ressaltar que beber água gelada e chupar gelo também são aliados se você deseja diminuir as cólicas durante a sua gestação.

O limão é outro aliado quando o assunto é restringir os enjoos durante a gestação, devido a isso, consumir picolé de limão, beber uma limonada gelada ou cheirar o limão ajuda a reduzir o enjoo.

O ideal é que as mulheres, durante o período gestacional, consumam, em média, dois litros de água por dia, ajudando a manter o corpo hidratado, além de evitar a retenção de líquido, servindo também para o alívio dos enjoos. Raspas de limão ou gengibre podem ser acrescentadas à água, deixando-a saborizada.

Investir em alimentos corretos para evitar o enjoo durante a gravidez faz com que a gestante tenha uma gestação mais tranquila e livre de desconfortos, além de manter a saúde da gestante e do bebê em dia.

Deixe uma resposta