Pé dormente e dormência nos dedos dos pés na gravidez: o que pode ser

0

Existem várias sensações que são geradas ao longo do processo da gravidez. Nessa fase, a mulher passa por diferentes experiências que podem gerar bons sentimentos, como os chutes do bebê na barriga, ou até desconfortos, como o formigamento do pé e de algumas outras partes do corpo.

Esse problema, o do formigamento e da dormência, pode gerar insegurança nas mamães, principalmente no caso das que estão passando pelo processo de conceber uma criança pela primeira vez. A seguir, algumas das principais perguntas sobre o tema são esclarecidas. Acompanhe o texto até o final e tire suas dúvidas

O que pode causar a sensação de dormência nos pés e nos dedos?                                   

No geral, os formigamentos e a sensação de dormência nos pés e nos dedos (e também nas mãos), que estão presentes durante a gravidez, estão relacionados com problemas de inchaços e as retenções de líquidos que são comuns nessa fase.

Isso acontece porque esses problemas específicos acabam gerando a compressão de nervos que são importantes para a comunicação entre os músculos e o cérebro, ou seja, que fazem a interpretação sensorial das extremidades do corpo.

O que pode causar a sensação de dormência nos pés e nos dedos
Fonte/Reprodução: original

No caso dos pés, especificamente, o que normalmente causa o formigamento é a má circulação do sangue na região, o que acaba prejudicando a irrigação dos nervos. Já nas mãos, o que acontece é que o nervo mediano pode ser apertado e gerar o desconforto sensorial.

Esse nervo específico passa pelo pulso e pela base da mão e é importante para estabelecer a comunicação entre a mão e o cérebro.

É comum a grávida ter formigamento nos pés?

Sim. É muito comum haver sensações de formigamento nos pés e também nas mãos durante a gravidez. Isso é mais percebido principalmente a partir do quinto mês de gestação.

Como tratar ou prevenir o formigamento nos pés?

Algumas medidas simples podem ser adotadas para a prevenção desses problemas. Entre eles, ter uma boa alimentação é um dos mais importantes. Ingerir alimentos funcionais e evitar o excesso de produtos salgados, além de beber água em boas quantidades, é um bom caminho. Esforços em excesso também devem ser evitados ao máximo.

No caso das gestantes que já estão passando pelo problema e não podem mais preveni-lo, o ideal é seguir as recomendações para combater a retenção de líquidos. São elas: evitar esforço em excesso, fazer exercícios leves e terapêuticos, diminuir a ingestão de sal e aumentar o consumo de água, deixar mãos e pés levantados em situações de repouso, não dormir sobre as mãos e fazer drenagem linfática.

Quando a dormência nos pés e dedos do pé pode ser preocupante?

Apesar de ser comum, a dormência nos pés e dedos do pé e da mão podem ser preocupantes em situações específicas, sobretudo quando eles estão associados a outros problemas, como dores, experiência de vertigem e aumento na pressão arterial, por exemplo.

Nesses casos, e também quando o formigamento for muito forte, o ideal é procurar um médico e contar o que está acontecendo. Essa postura é importante pois existe risco dos sintomas citados acima estarem relacionados à pré-eclâmpsia, doença que costuma acometer até 5% das mulheres grávidas.

Além do que já foi dito ao longo dos parágrafos anteriores sobre as causas do formigamento e da sensação de dormência, existem três formas de explicar o problema. Elas são as neuropatias periféricas, a hérnia de disco e a má circulação. Confira abaixo.

Neuropatias Periféricas: sintomas e tratamento

A neuropatia periférica diz respeito a um dano que pode ser causado em nervos que ficam localizados em regiões periféricas do corpo, como os pés, por exemplo. Como esses nervos são os canais por onde as informações sensoriais são transmitidas do corpo para o cérebro, se houver alguma interrupção nele, como uma compressão, o tato é prejudicado e acaba causando o formigamento.

Para resolver o problema, no geral, são indicados anestésicos, para atenuar a sensação de desconforto e de dor, e também a fisioterapia.

Hérnia de disco: o que fazer

A hérnia de disco também é um problema que pode gerar dormência nos pés. Isso porque ela pode comprimir o nervo ciático. Essa situação pode gerar formigamentos não apenas nos pés, como também nas nádegas, nas coxas e pernas.

O problema é resolvido com uso de medicamentos, como analgésicos, anti-inflamatórios e relaxantes musculares, e também com fisioterapia. Em situações mais graves a cirurgia pode ser recomendada.

Má circulação: como controlar

A má circulação influencia no surgimento de dormência e formigamento porque, nesse contexto, os nervos periféricos não são devidamente irrigados e param de se comunicar adequadamente com o cérebro. Isso pode causar até mesmo a morte do nervo, caso ele não seja nutrido adequadamente com sangue.

A maneira mais eficiente de melhorar a circulação sanguínea é fazendo atividade física regularmente. Cuidar da alimentação também é muito importante nesse caso e uma atenção especial deve ser dada para a ingestão de açúcar, que deve ser consumido em poucas quantidades.

Deixe uma resposta