Muco não é corrimento! Entenda a diferença!

0

Quando começamos a conhecer nosso corpo, é comum algumas confusões, mas é preciso saber que muco não é corrimento. Apesar de parecidos, eles são diferentes, com papéis diferentes no seu corpo.

Então hoje iremos desvendar e te explicar porque muco não é corrimento, ajudando no seu autoconhecimento e ajudando também no planejamento de uma gravidez.

Muco não é corrimento!

Ambos fazem parte do nosso corpo e ciclo menstrual e não necessariamente indicam algum tipo de problema na saúde feminina.

Muco cervical: o que é?

Ele está totalmente ligado ao nosso ciclo menstrual. É uma secreção normal do nosso corpo sendo gerada por influência dos hormônios.

Muco cervical o que é
Fonte/Reprodução: original

Sua aparência pode mudar conforme a fase do ciclo, de transparente durante a ovulação até levemente amarelada próximo à menstruação. Normalmente esse tipo de muco não tem cheiro e nem causa nenhum incômodo.

Funções do muco cervical

O muco cervical tem diversas funções no nosso corpo, como, por exemplo:

Limpeza da vagina

Quando falamos que a vagina é autolimpante, não é mentira. O muco cervical protege o útero e ajuda a impedir que as bactérias consigam alcançá-lo. Assim, ele consegue nos proteger de algumas infecções, como a candidíase.

Indicativo de fertilidade

Quando estamos ovulando, nossos níveis hormonais aumentam, fazendo com que seja produzida uma quantidade maior de muco. Nesse caso, ele também ajuda a conduzir o espermatozoide com mais facilidade até o óvulo.

Corrimento vaginal: o que é?

Já que muco não é corrimento e agora já entendemos o que é o muco cervical, chegou a hora de descobrir mais sobre os diversos tipos de corrimentos.

Corrimento vaginal o que é
Fonte/Reprodução: original

Em resumo, o corrimento vaginal é todo tipo de fluido que sai da vagina, menos menstruação e é comum na maioria das mulheres. O sinal de anormalidade é quando existe algum tipo de mudança nesse corrimento, como coloração esverdeada ou acinzentada, cheiro ou até mesmo algum incômodo. Nesses casos, o corrimento pode indicar infecções, problemas hormonais ou até mesmo outros tipos de complicações.

Sintomas de alterações patológicas no corrimento vaginal

Quando indicam algum tipo de problema, o corrimento pode sofrer alterações na cor, no cheiro e causar incômodos como ardor, coceira e até mesmo dor na relação sexual.

Nesses casos, o mais indicado é buscar ajuda médica para que o corrimento seja avaliado. Na maioria dos casos, apenas uma avaliação física é necessária para dar o diagnóstico. Mas em outros, podem ser necessários exames para avaliar o corrimento e então fechar o diagnóstico e tratamento.

Em grande parte dos casos, são problemas simples que conseguem ser resolvidos com uso de medicamentos oral e até mesmo pomadas para aliviar os sintomas físicos. Mas jamais deixe de procurar ajuda médica e faça isso logo que começarem os sintomas.

Qual diferença entre o muco e o corrimento?

O muco está ligado a nossa fertilidade, enquanto o corrimento é normal, porém também podem indicar problemas. O visual deles também são diferentes, o muco costuma ser transparente e elástico. Já o corrimento pode ter colorações diferentes, desde branco com grumos, transparente grosso, marrom, cinza e até mesmo esverdeado e amarelado.

Agora que você já sabe que muco não é corrimento e suas diferenças, fique atenta aos sinais que seu corpo dá, tanto da ovulação, quanto se há alguma coisa errada. Ambos fazem parte do corpo feminino e não devem ser motivo de tabu ou de vergonha.

Deixe uma resposta